Afinal, quem é Simone?
Como se pode ver na descrição que consta nesse perfil, Simone é uma pessoa que acredita que tudo nessa vida se conquista através dos bons sentimentos. Ela já sofreu algumas decepções com algumas pessoas, mas nunca deixou de acreditar nas verdadeiras amizades, porque pessoas são diferentes e não é porque algumas não sabem amar que as outras também não sabem...

Dessa forma, se pode notar que Simone tem grandes amigos. Pessoas em quem ela confia bastante. E cada um de seus amigos é como um anjo que veio cuidar dela aqui, pra que ela se sinta mais perto de Deus.

Simone já viveu alguns amores, algumas paixões, já namorou por mais de 1 ano, já gostou de alguém que não merecia seu sentimento, já ficou triste por não corresponder com o mesmo sentimento determinada pessoa, já se envolveu com amigo, já viveu amor de carnaval, de São João, já acreditou ter encontrado alguém especial e percebeu que era só mais um cara igual a mil outros caras no mundo... Mas Simone não é de ficar chorando por ninguém, então, o tempo máximo que ficou triste por determinado relacionamento não ter dado certo foi uma semana. Depois, ergueu a cabeça e partiu pra outra (pra outro, pra ter mais precisão). Não adianta fazer mil promessas pra ela, porque ela não é nenhuma criança e não acredita. Mas ela ainda não viveu um amor de verdade, forte intenso... Mas sabe que vai viver...

Simone conhece o próprio valor e ele está nas pequenas coisas. Você não conquistará ela com dinheiro, beleza, festas, viagens... E sim com sorrisos, boas conversas, boas músicas, inteligência, bom humor... O que lhe fascina verdadeiramente é o coração das pessoas, porque não importa o que as pessoas têm, e sim o que elas são, o que elas têm dentro de si.

Simone tem mil dúvidas em relação à faculdade... Ela abandonou o curso de Engenharia Civil pra fazer Engenharia Elétrica e fica se perguntando se tá no caminho certo. De vez em quando recebe boas recompensas por lá. Por outras vezes, se decepciona e acha que pode fazer melhor, que pode estudar mais. Ela vira noites inteiras estudando e nem sempre tem bons resultados. Mas ela acredita que não está fazendo as coisas corretamente, que não está muito disciplinada, que precisa organizar melhor o seu tempo.

Ela adora ouvir música! É doida por Engenheiros do Hawaii. Chega a passar um dia inteiro ouvindo as mesmas músicas. Analisa as letras de cada música nova que conhece. Recentemente, tem ouvido muito O Rappa, Titãs, Paralamas, Los Hermanos (por indicação insistente da amiga Raliny em dizer que é legal), Biquíni Cavadão, Zeca Baleiro, Tom Jobim, Vanessa da Mata de vez em quando, Planta e Raiz (depois do primeiro show de Reggae que foi em Brasília), Bob Marley, hoje tá ouvindo Travis, recomendado pelo amigo Arthur e tá adorando! Enfim... Gosta de bossa nova, pop, reggae, rock... Odeia pagode de esquina, tipo batuque de lata... Um sambinha acha legal, mas depende da ocasião...

Simone é apaixonada pela família. Seus pais são pessoas maravilhosas e sempre estão ao seu lado. Seja a situação fácil ou difícil, a família está sempre unida e resolvendo os problemas juntos. Tem uma irmã que todos insistem em perguntar se é sua gêmea. Ela já desistiu de dizer que não é, então responde com um sorriso no rosto: "Sim, somos gêmeas" apesar de 6 anos separarem elas duas (detalhe: Simone é a mais nova). De todos os seus primos, ela tem um preferido. Ele é Lucas, o pirralho mais gato do mundo inteiro. Ela viu ele crescer na barriga da mãe, trocou suas fraldas e hoje ele já tem 10 anos! Hoje Lucas é um meninão. Lindo, esperto... Simone mora bem pertinho dos avós e cresceu correndo com as crianças na rua deles. Teve uma infância bem vivida e tem várias cicatrizes desse tempo (quedas de bicicleta, corrida na rua...)

Ela é uma pessoa aparentemente calma, mas não tem uma personalidade muito fácil... Às vezes é bem simples conviver com ela. Outras vezes não. Nos últimos tempos, Simone esteve muito inconstante e o que era alegria agora, daqui a 5 minutos já não era mais. Passou por um período chato recentemente, com tantas coisas pra fazer na universidade e sem saber direito o que tava fazendo. Toda a sua delicadeza e calma vai embora quando alguém tenta passar ela pra trás... Então, nem tente provocá-la! Também não ouse mexer com sua família, porque Simone desce do salto!

Simone tem um gato há 13 anos. Ele é, por muitas vezes, quem mais entende ela. Ele tem um olhar inocente, é seu amigo, se enrosca em suas pernas e fala com ela. Ele sente quando ela tá triste ou feliz. E quando há tristeza, ele deita perto dela e fica triste também.

Ela odeia café! Não pode tomar coca-cola (mas toma), nem pode comer chocolate (mas come). Não dispensa brigadeiro feito na hora. Adora assistir filme comendo pipoca e brigadeiro. Adora massa, tipo piiiiiiiizza, lazanha, sanduíches...

Ela adora ler. Essa é uma outra paixão. Adora Clarice Lispector. Em textos de Clarice, Simone se reconhece. Mas seu livro preferido é "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupèry e o recomenda para todos, pois este, ao contrário do que se diz, não é um, livro pra crianças. Claro que as crianças podem ler, mas se cada adulto lesse-o e quisesse viver como manda a principal mensagem do livro, o mundo seria bem melhor...

Mona, Sissinha, Si, Siça, Sissi, Nonone, Moninha, Simoninha, Mone... Simone Danielle Aciole Morais. Ela é menina. E também é gente grande.

"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo."

"Sou como você me vê.Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar."

"E se me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar."

"Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação."

"Eu sou à esquerda de quem entra. E estremece em mim o mundo. (...) Sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes que aqui caleidoscopicamente registro. Sou um coração batendo no mundo."

"...Respeite mesmo o que é ruim em você - respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você - não copie uma pessoa ideal, copie você mesma - é esse seu único meio de viver."

"À duração da minha existência dou uma significação oculta que me ultrapassa. Sou um ser concomitante: reúno em mim o tempo passado, o presente e o futuro, o tempo que lateja no tique-taque dos relógios."

“Acho que devemos fazer coisa proibida – senão sufocamos. Mas sem sentimento de culpa e sim como aviso de que somos livres.”

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever."

"Não sei se quero descansar,por estar realmente cansada ou se quero descansar para desistir."

"Minhas desequilibradas palavras são o luxo do meu silêncio."

"... passava o resto do dia representando com obediência o papel de ser."

"Com todo perdão da palavra, eu sou um misterio para mim."

"Eu não sou tão triste assim, é que hoje eu estou cansada."

"E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior que eu mesma, e não me alcanço."

(...)

Quanto mais leio Clarice Lispector, mais me entendo.

Tem razão quem tem paixão
Tem razão quem fala
Com a voz do coração...
Considerando
A gente como fruto
De algo maior
Maior do que tudo
A gente começa então
A entender que não, que não
Que não seria um absurdo...
Coincidências e paixões
De repente acontecerem
Coincidências e paixões
Uh Uh! Uh Uh!...
Tem razão quem tem paixão
Tem razão quem fala
Com a voz do coração...
Considerando
A gente como fruto
De algo maior
Maior do que tudo
A gente começa então
A entender que não, que não
Que não seria um absurdo...
Coincidências e paixões
De repente acontecerem
Coincidências e paixões
Uh Uh! Uh Uh!...
O destino
Pode mudar como o vento
Nada é tão planejado assim
Certo, inatingível
Como eles parecem dizer...
Oh! Oh! Oh!
Ai! Ai! Ai!
Uh! Oh! Oh! Oh!
Ai! Ai! Ai!
(...)
Coincidências e Paixões - O Rappa
"Nada a declarar" (igual o que eu preenchi naquelas atas de fiscalização de vestibular. Trabalho esse que até hoje não recebi o dinheiro ¬¬)
Dia bom... Dia bem legal ^^



Acordar cedinho com o som do vizinho, ir pra casa dos avós, ver os primos, brincar, comer, conversar, rir...
E... Comemorar o aniversário da mãe =)
O dia 25/12 sempre foi para nós um diz extremamente especial. Extremamente mesmooo, porque, além de ser Natal, é o dia do aniversário de minha mãe. Uma pessoa especial como ela tinha de ter nascido num dia especial, não é? Quer data mais marcante que o Natal? An An!

Porque ela é bem mais que tudo na minha vida. Ela que agüenta meus abusos todo santo dia. Ela é quem me dá um "bom dia" com um sorriso no rosto e eu nem sempre retribuo como ela merece, por acordar mal-humorada. E depois eu me arrependo, porque ela é a pessoa que mais merece o meu abraço, que mais merece o meu carinho, que mais merece eu estar sempre sempre atendendo a tudo o que ela me pede, mesmo ela não compreendendo que às vezes eu não tenho tanto tempo... Ainda assim, ela é a pessoa que mais merece as melhores coisas desse mundo! Porque ela já fez muito por mim, e eu queria fazer o mesmo por ela.

A minha mãe é do tipo mãezona, que sente ciúme até do vento, que não suporta a ideia de eu tá paquerando alguém, que me vê como uma criança e que às vezes esquece que eu já tô bem grandinha pra ouvir certas coisas... Mas eu entendo sua preocupação comigo, afinal, para nossos pais, seremos sempre crianças e eles querem cuidar como se realmente fossemos.

O que posso desejar para essa mulher maravilhosa hoje é que a sua alegria sempre esteja em nossas vidas, que Deus abençoe a cada dia a nossa família, que ela tenha sempre essa força que tem, essa garra, esse poder de tomar as melhores decisões sempre. E que eu seja pra ela a filha que ela merece!

E dizer-lhe que sigo os seus passos, a admiro bastante e aprendo mais com ela a cada dia! E que temos uma linda família, eu, ela, Suelyn e o nosso pai! E é esse o exemplo que quero seguir!

Mãe, amo você!
Feliz Natal! Feliz Aniversário!
Como é legal sentir esse clima de Natal ^^
Reunir a família, montar aquele mesa bem legal, cheia de coisas gostosas, estar perto dos primos, conversar besteira, brincar...
Dia legal =)
Estava agora a pouco jogando UNO com meus primos e dando muita risada! Já imagino como vai ser divertido mais tarde quando estivermos todos juntos na casa de nossos avós...
Dia legal! Bem legal ^^
Tirando as Joselitagens de hoje de manhã, isso porque a Joselita aqui foi fazer as últimas compras de fim de ano hoje (véspera de Natal). As lojas pareciam pequenos fragmentos do inferno. Mas no geral, foi até divertido, e dei muita risada com minha irmã.
Mais tarde, muita alegria! =)
Agora, últimos preparativos para a "noite feliz" ^^

Ontem fiquei olhando minhas fotos de 2008 e foi passando um filme na minha memória de tudo o que eu vivi esse ano. Foram muitas mudanças... Foi um ano bem intenso! Ia fazer isso só no último dia do ano, mas deu vontade de fazer agora, entããão... Lá vai:

Retrospectiva 2008

Janeiro
Férias
Tédio
Descanso
Desenhos de geometria descritiva pra fazer
Ficar em casa
Exames e mais exames
Clínicas e mais clínicas
Médicos e mais médicos
Fui proibida de tomar coca-cola

Fevereiro
Fim de férias
Carnaval
Viagem
Fim de namoro

Março
Provas
Festa
Show de Biquini Cavadão e Nando Reis
Mais festa
Mais prova
Show de forró (hihi!)
Conversas (e festas) com Renata
Conversas com Bárbara

Abril
Mais prova
Começo do fim do período
Aulas de geologia
Começo de amizade com Bárbara, Renata e Raliny
Mais prova
Deve ter tido festa nesse mês também, só não lembro qual

Maio
Fim de período
Doidera de prova
Festa de fim de período aqui em casa
Festa dos feras na UFCG
Começo de período
Amigas, confidentes, histórias, risadas

Junho
São Joããããão arretado de bom
Parque do Povo
Vila Forró
Cabaceiras
Dança
Festa
Chuva
Joselitagens
"Histórias" (hum!)
Provas

Julho
Meu aniversário ^^
Festival de Inverno de Garanhuns
Aniversário surpresa pra Bárbara
Não lembro mais

Agosto
Show do Teatro Mágico
Dúvidas sobre o meu curso na época (Engenharia Civil)
Idéia de ir pra Engenharia Elétrica
Dúvida
Dúvida
Deve ter tido noites sem dormir em agosto na casa de Bárbara estudando, junto com Renata e Raliny.
Aniversário de Renata
Almoço pra Renata
Oportunidade no PIBIC
Resultado de Elétrica (Aprovada!)
Dúvida

Setembro
Confirmação no PIBIC
Dúvida
Decisão: largar Civil e ir pra Elétrica
Aperto no coração pela decisão tomada
Perceber que eu não ia mais conviver com meus amigos
Perceber que não ia mais virar noites estudando com minhas amigas
Sentir saudade desde já
Show de Roupa Nova
Mais dúvida
Dúvida, enrolação

Outubro
Certeza
Amizade forte demais pra ser rompida
Mudança de curso
Período de adapatação (muito difícil!)

Novembro
Dificuldades na adaptação em Engenharia Elétrica
Saudaaaaaade das minhas amigas
Inconstância no meu humor
Estresse, alegria, tristeza, saudade, fúria, medo, tudo junto
Decisão de ir pro WEC

Dezembro
Brasília
World Engineers Convention 2008 - WEC
Bagunça
Ponga-ponga
Pessoas legais
Viagem divertida
"Fim de período"
Noites sem dormir
Estresse
Mal humor
1482 Provas
Fériaaaas
Natal
e (...) - porque dezembro ainda tá rolando, né? hihi

Em resumo, foi mais ou menos isso. Fica na lembrança e nas fotos também ^^




Larararala, larararararara

Podem avisar, pode avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar

Pode avisar, podem avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar

Com o novo enredo outro dia de folia
Com o novo enredo outro dia de folia
Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços por aí
Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços por aí

Me deixa que hoje eu tô de bobeira, bobeira /o/
Me deixa que hoje eu tô de bobeira, bobeira \o\

Larararala, larararararara

Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero
E mais justo comigo
Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero e
Mais justo comigo

Podem os homens vir que
Não vão me abalar
Os cães farejam o medo,
Logo não vão me encontrar
Não se trata de coragem
Mas meus olhos estão distantes
Me camuflam na paisagem
Dando um tempo,tempo, tempo
Pra cantar

Me deixa, que hoje eu tô de bobeira, bobeira
Me deixa, deixa, deixa \o/////
Que hoje eu tô de bobeira, bobeira

Me deixa - O Rappa

Féééééééééééééééééééééééérias =)
Tudo bem que não vão ser aqueeeeeeeeelas férias, visto que o puto do período ainda não acabou e tem reposição e final em fevereiro (blaaaH). Mas pelo menos não terei que ir à faculdade por mais de um mês \o/
Que alegriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiia!
Viver o Natal (olha, posso sentir os viadinhos do Papai Noel chegando ^^), ver os amigos, viajar, estar perto de quem eu queria estar, sair, DORMIR, colocar umas coisas que planejava em prática, fazer umas reformas, festejar, estudar ¬¬, sair e sair mais, festejaaaaaar, sair de novo, viajar com a irmã e as primas, depois viajar com os amigos...
De bobeiraaaaa! \o/
Vivaaaaaaa ^^
Aproveitar essa vida que Deus me deu! Tanto o que fazer, tanto pra viver...
Se há uma coisa que eu simplesmente odeio com toda a minha alma é a situação de vácuo!
Aquele telefonema não retornado, aquela mensagem não respondida, aquele recado que você sabe que foi lido, porém, não teve resposta, aquela pergunta que até hoje você não sabe o resultado, aquele plano que ficou só na palavra...

Enfim, são situações semelhantes a essas que me fazem expressar aqui hoje toda a minha raiva de ficar ao léu, de não se importarem com as minhas perguntas, com os meus planos, com as minhas palavras...

O pior de tudo é que os outros fazem mil duzentos e cinquenta e quatro planos com você, te prometem várias coisas e você fica na espera, ansiosa pela realização de tudo o que foi prometido. Ai vai chegando o tal dia de botar em prática algumas das coisas que foram planejadas há tempos, você pergunta às pessoas sobre a realização do evento e obtem a seguinte resposta: S-I-L-Ê-N-C-I-O. Em outras palavras, porra nenhuma!

Isso me irrita e muito! Por que simplesmente não me respondem com um NÃO? Cara, é tão simples! Pelo menos acaba com minha expectativa e me mostra sinceridade! O que não vale é me deixar nessa situação de vácuo! Prefiro ouvir um NÃO e saber que posso confiar em quem me disse isso, pois, por mais que vá me entristecer um pouco, depois vou saber que aquela foi a melhor coisa que podia ter acontecido, pois me trataram com sinceridade e respeitaram o meu sentimento. Odeio pessoas fracas que não conseguem falar o que sentem de verdade! Prefiro que essas pessoas fiquem bem longe de mim!

Definitivamente, a situação de vácuo não é nem um pouco legal! Então, aqui vai a minha sujestão pra quem ler isso: fale o que sente, seja esse sentimento bom ou ruim, não espere os outros tirarem as próprias conclusões sobre o que pode ter acontecido com você, porque às vezes, a gente fica se culpando, pensando que magoou a outra pessoa ou que fez algo errado, outras vezes pensa até que pode ter acontecido algo com a outra pessoa, um problema de saúde, um atropelamento, a morte do cachorro ou do passarinho, ou ainda pode pensar que a pessoa não viu o telefonema, ou que não leu a mensagem e isso chega a dar um nó nas tripas de tão angustiante! Sinceridade é tudo! É, sobretudo, respeito. Seja sincero! Garanto que você não perderá nada com isso, pelo contrário, ganhará, no mínimo, admiração de outras pessoas, principalmente daquela pessoa com quem você expressou sinceridade.




Resumo do dia:

-Dormir às 2h
-Acordar às 6h
-Fazer prova de física experimental II
-Me lascar na prova
-Olhar pros meninos e dar uma gargalhada, por saber que cada um tá numa situação pior que a do outro
-Ser rodopiada por Kléber (hoje foram uns 5 mortais)
-Ficar com os meninos jogando UNO até meio dia
-Voltar pra casa e não ter ninguém
-Ir pra casa de minha avó e ver meus primos liiiindos, meu Zezuz! (Sofia tá uma princesa, cada dia mais linda! E Gabriel hoje vai tirar os pontos da cabeça - machucão do acidente. Lucas, lindo como sempre =)
-Voltar pra casa, almoçar, postar no blog, descansar
-Estudar
-Dormir

Fim de período é virar noites estudando
Fim de período é se descabelar quando faz uma prova ruim
Fim de período é morrer de estudar pra uma prova pra ir precisando de menos na final
Fim de período é querer pagar aquela disciplina que você vai bem com nota boa, só que acaba esquecendo dela exatamente porque se está bem, então vai correr pra aquelas em que a situação tá desesperadora
Fim de período é ter duas provas marcadas para o mesmo dia e horário (fora do horário da aula)
Fim de período é brigar com o professor que adiou a porra da prova e fez ela coincidir com sua outra prova (justamente aquela reposição)
Fim de período é se desesperar por não estar sabendo de porra nenhuma de determinada disciplina
Fim de período é ficar parecendo um panda de tanta olheira
Fim de período é chorar por aquele meio ponto no pé do professor pra pagar aquela disciplina por média
Fim de período é ficar fazendo as contas do CRE QUINHENTAS E VINTE E CINCO VEZES POR DIA, pra saber o quanto ele vai baixar
Fim de período é morrer de medo de perder disciplina e, consequentemente, perder o PIBIC
Fim de período é dizer: "Nunca mais eu deixo uma prova pra repor!"
Fim de período é ficar feliz quando encontra um colega que está numa situação bem pior que a sua
Fim de período é você se perguntar: "Puta que pariu! Pra que diabos eu escolhi fazer engenharia???"

Pior é que ele só acaba ano que vem =~
Fevereiro = uma reposição + uma prova do quarto estágio + duas finais (ou três)


Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!
Preciso do dia 23/12!

FÉÉÉÉÉÉÉÉRIAS SÃO NECESSÁRIAS, meu povo!!!

Só fico de férias terça-feira, dia 23/12! Quase que vejo o menino Jesus nascer, e Papai Noel chegar com o viadinhos dele! Terminar a prova de meio dia e correr pro abraço das amigas!

Essa é a terça-feira mais esperada de dezembro depois da terça-feira de abertura do WEC!

Estou praticamente um panda de tanta olheira! São muitos dias sem dormir, meu povo! E o pior é que daqui pra terça ainda tem muito chão! Hoje fiz prova de probabilidade e sai quase morta de lá! Não que a prova tenha sido ruim, mas eu precisava fazer uma prova ótima! E não foi =~ Foi só "boazinha"... E tem muita coisa daqui pra terça =I Preciso tanto desse dia...
Eita que o período não acaba! Aliás, só acaba ano que vem mesmo. Mas bem que essas provas podiam passar logo e eu podia me dar bem logo em todas pra não ter que voltar em fevereiro pra a faculdade =~~
Resumo:
*Segunda-feira:
-Chego de viagem
-Desfaço minhas malas
-Descanso
*Terça-feira:
-Estudo
-Organizo as coisas que deixei pendentes antes de viajar
-Fico até altas horas estudando
*Quarta-feira:
-Estudar
-Estudar
-Estudar até altas horas da madrugada
*Quinta-feira:
-Ir pra aula às 7h com uma dor de cabeça dos infernos
-Não entender nada do que a professora de probabilidade fala
-Ficar extremamente preocupada, porque vou fazer final dessa disciplina
-Sair da aula desesperada, por não estar entendendo nada
-Apresentar trabalho de administração de tarde
-Voltar pra casa e estudar pra a prova da sexta
-Descansar 1h e ficar até o outro dia estudando
*Sexta-feira:
-Prova, que não foi boa
-Estudar programação
-Me aventurar no Departamento de Física, só que chegamos no fim da festa (culpa de Daniel ¬¬)
-Voltar pra casa e ficar offline até hoje (mereci essa noite inteira de sono!)
*Sábado:
-Programar
-Programar
-Programar
-Programar...
-Estudar probabilidade
-Terminar uns relatórios
-DORMIR!
*Domingo:
-Fiscalizar o vestibular
-Programar
-Estudar probabilidade
-Terminar relatórios
-DORMIR!

Eu preciso do dia 22/12! PRECISO DE FÉRIAS!
Cheguei em casa essa madrugada e... Noooossa! Quantas coisas eu tenho a contar sobre minha viagem! Foi tudo muito bom! O congresso foi maravilhoso e eu trouxe na bagagem muito conhecimento, como eu desejava...

Tive a oportunidade de conhecer engenheiros de todas as partes do mundo, pessoas que trabalham transformando o mundo, lhe trazendo diversas melhorias. O palco de tudo isso foi a linda cidade de Brasília. Arquitetura belíssima, trabalho de grandes engenheiros erguer tudo aquilo.

O tema do World Engineers Convention 2008 foi "Engenharia: Inovação com Responsabilidade Social". Ai eu passei a refletir sobre o meu papel na sociedade... Eu sei que posso (e vou) mudar o mundo: vou ser engenheira! E engenheiros mudam o mundo pra MELHOR! Refleti sobre a responsabilidade que tenho (e terei) com os demais cidadãos, principalmente com aqueles mais necessitados. Refleti também sobre a atual situação do meio ambiente e voltei realmente motivada a estudar pra, quem sabe, encontrar soluções pra ajudar a salvá-lo.

No Fórum dos Jovens, ficou bastante claro o quanto sou privilegiada pelo fato de estudar em uma boa universidade, por ter a oportunidade de estar construindo uma carreira "sem dificuldades", vi pessoas que lutam um bocado pra ter um futuro (e um presente) decente, vi pessoas que realmente usam a engenharia pra transformar seu cotidiano, porque é esse o verdadeiro papel do engenheiro.

Posso dizer que voltei mais motivada pra a luta em Engenharia Elétrica, pra quem sabe um dia, puder estar lá onde aqueles caras e aquelas mulheres estavam: no palco, ministrando palestras maravilhosas, nos transmitindo todo o seu conhecimento.

Além de todo o conhecimento que trouxe comigo, trouxe também muitas outras histórias do que vi, do que vivi nesses 7 dias... As brincadeiras com os meninos, as conversas com as meninas, os passeios, os programas de índio que fizemos (e não fizemos), as festas, os almoços, os jantares, o show da Bossa Nova, o show de Reggae da UNB, a ida aos monumentos de Brasília, a ida à Torre de TV (hihihi), a viagem de ida, a viagem de volta, as palhaçadas, as músicas de Raça Negra, o "djig djig djig ê", a travessia no Rio São Franscisco, a observação de Daniel dizendo que a Orca era um golfinho e ninguém acreditava, as músicas de Vitor e Leo, o Ponga-Ponga, o UNO, nosso cassino, a robalheira dos meninos, as brigas por causa do UNO, as pessoas que conheci, as pessoas com quem me diverti, com quem conversei, o despertador que ficava contra mim e a Pequena e não tocava (quer dizer, tocava e a gente não ouvia), o tempo que passava rápido demais, o dia que ia embora às 19:30...

Enfim, foi muita coisa meeeeesmo! Muitas coisas que serão mostradas em fotos, outras coisas que só vivendo pra saber o quanto foi bom!

Queria outro show de Reggae pra enfrentar essas duas próximas semanas de luta na universidade...


"Longe de casa
Há mais de uma semana
Há milhas e milhas distante
Do meu amor...

Será que ela está me esperando?
Fico aqui sonhando
Não vôo alto
Chego perto do céu...

E é quando eu saio a noite
Uh! Uh! Uh!
Vou andando sozinho
Hié! Hié! Hié! Hié!...
Mas eu não entro
Em qualquer barra
Uh! Uh! Uh!
Só sigo o meu caminho
Hié! Hié! Hié! Hié!

De repente rola uma canção
Ela me faz lembrar você
Eu fico louco de emoção
Já eu não sei o que vou fazer...

Estou A Dois Passos do Paraíso!
Estou A Dois Passos do Paraíso!
Estou A Dois Passos do Paraíso!
Não sei porque
Que eu fui dizer
Bye! Bye!Uh! Hiê!
Não sei porque
Que eu fui dizer
Bye! Bye!..."
A dois passos do paraíso - cantada por Planta e Raiz
Enfim consegui arrumar minha mala! Passei parte do meu dia andando pela casa catando coisa pra levar, mas consegui fechar a dita cuja! Consegui terminar alguns relatórios que estavam atrasados e não vou ter tanto trabalho quando voltar pra casa. A próxima semana (quando eu voltar) vai ser meio corrida com tanta coisa pra organizar e prova pra estudar, mas já adiantei o que pude.

Ansiosa pra que chegue terça, chegar em Brasília, ver Lula (isso não), aproveitar o congresso, reencontrar minhas amigas, aprender um moooonte de coisa, aproveitar as palestras... Tudo tudo tudo! Quero trazer na bagagem muito conhecimento.

Ah, depois de arrumar tudo, eis que falo com minhas amigas que me dizem que lá tá fazendo frio! Como assim FRIO??? Me disseram que Brasília é quente feito o inferno! Só coloquei roupa leve! Ah, vou empurrar uns casacos e tchau pra galera! Não vou refazer a mala que me deu tanto trabalho!

Ouvindo Lulu Santos e me agüentando pra não dormir, se não, corro o risco de não acordar na hora certa!

Hum... Boa viagem pra mim! Que eu seja feliz e jogue uma bomba no Planalto Central.

[ESPAÇO RESERVADO PRA EU DESEJAR AO NOSSO COQUINHO UM FELIZ ANIVERSÁRIOOOOO! PARABÉNS, RALINY! SEJA FELIZ, PQNA! \o/]
Ai ai! Como é difícil arrumar uma mala! Você sempre acha que tá faltando alguma coisa! Ahh, passar uma semana longe de casa requer muitas roupas, sapatos, acessórios... Só uma semana? Siiim, exatamente! E assim eu vou colocando de tudo em minha mala, até aquelas coisas que você pensa que não vai usar mas leva para o caso de "e se eu precisar?". Então, melhor colocar as coisas que acho que vou precisar também ^^
Esses são os últimos preparativos pra o WEC 2008! uhuuuu!
Ansiosa pra chegar em Brasília e aproveitar cada segundo no evento. E também pra aproveitar todas as festas, porque eu não sou de ferro, né?

Mudando de assunto...
Ontem eu quase tive um piripaque! Depois de incontáveis madrugadas sem dormir preparando o trabalho do PIBIC, o meu computador me dá um susto: decide não ligar! =O
Meu trabalho estava todo no computador, porque a Joselita aqui havia esquecido de salvá-lo no pendrive ou enviá-lo por e-mail. Fiquei loooouca em casa! Mas não tinha jeito: ele não ligava e pronto!
Eis que eu fui ali me afogar e depois voltei! Fiz um catimbó, dei 3 pulinhos na frente dele, coloquei uma faca virgem num pé de juá... Ai ele pegou \o/ mas apagou de novo! =(
Nota 1: nessa hora mentalizei todos os possíveis e imagináveis palavrões!
Ele ligava e desligava! Eu só queria salvar meus resultados numa porra de um pendrive! Custava ele ficar ligado por 5 míseros minutos? Ahh, custava! Custava a minha paciência, que já não é muito grande por natureza e naquele momento estava muito menor!
Depois de muita luta, ele ligou e permaneceu ligado \o/
Cuidei logo de salvar tuuuudo e enviar tuuuudo por e-mail tbm (pras minhas 3 contas) - vai que o pendrive dava o prego também??? ou que minhas contas não abriam também???
Isso tudo pra a Joselita aqui aprender a ir salvando cada parte da porra do trabalho que fizer daqui em diante!
Eu perco o sono e choro
Sei que quase desespero
Mas não sei por quê
A noite é muito longa,
Eu sou capaz de certas coisas
Que eu não quis fazer.
Será que alguma coisa,
Nisso tudo, faz sentido?
A vida é sempre um risco,
Eu tenho medo do perigo.
Lágrimas e chuva
Molham o vidro da janela
Mas ninguém me vê
O mundo é muito injusto
Eu dou plantão nos meus problemas
Que eu quero esquecer
Será que existe alguém
Ou algum motivo importante
Que justifique a vida
Ou pelo menos este instante?
Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos
Quem sabe o fim da história
De mil e uma noites
De suspense no meu quarto
Eu perco o sono e choro
Sei que quase desespero
Mas não sei por quê
Não sei por quê
A noite é muito longa
Eu sou capaz de certas coisas
Que eu não quis fazer
Quis fazerSerá que existe alguém no mundo?
Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos
Quem sabe o fim da história
De mil e uma noites de suspense no meu quarto
No meu quarto....

Lágrimas e Chuva - Kid Abelha
Acho que essa é a quarta madrugada seguida que não durmo...
4:17 da madrugada e tô aqui grudada no pc fazendo as coisas do PIBIC =~
Sem contar q tenho de terminar 5 relatórios (tds escritos a mããão - não podem ser digitados) do laboratório de ótica, eletricidade e magnetismo (vulgo "Física Experimental II") daqui pra amanhã.
Além disso, tenho que arrumar minha mala pro congresso (isso eu realmente quero fazer ^^)
World Engineer Convention, você está me dando muita dor de cabeça ¬¬ Espero que essa viagem valha muito a pena ^^
Tá tudo de cabeça pra baaaaaaaixo, mas tô dando meu jeitinho e resolvendo aos pouquinhos pra puder viajar tranqüila (tranqüila?? =/ como eu sou engraçada! aiehieahaeihea).
Agoniaaaaaada demais!
Mas... Vou conseguir me organizar ^^
[5 dias =]
Eu já cai de bicicleta
Eu já brinquei de boneca
Eu já brinquei de casinha
Eu já montei uma cabaninha de lençol
Eu já tive medo de palhaço
Eu já tive medo do boi de carnaval
Eu já tive medo da "Cumadi Fulosinha"
Eu já tive medo do "Bicho Papão"
Eu já tive pesadelo
Eu já corri na rua com as outras crianças
Eu já quis ser Power Rangger
Eu já dancei ballet
Eu já brinquei no quintal da minha avó
Eu já comi sabão de coco (qrendo saber se tinha gosto de coco mesmo)
Eu já ganhei um pinto *.*
Eu já tive um cachorro
Eu já escovei os dentes do meu gato
Eu já brinquei com uma tartaruga
Eu já brinquei de esconde-esconde
Eu já fui molhada por acidente
Eu já coloquei fogo no meu cabelo
Eu já achei que a vida era uma novela
Eu já tive um admirador secreto [na infância] (que não era tão secreto assim)
Eu já joguei uma boneca na minha irmã
Eu já toquei a campainha e sai correndo
Eu já brinquei de subir e descer o elevador (deixando todo mundo puto de raiva)
Eu já vomitei na sala de aula quando eu fazia a 3ª série
Eu já fiz teatro
Eu já assisti novela mexicana =x
Eu já sofri (um pequeno) acidente de carro
Eu já fui ao show da Pitty
Eu já tive crises de riso
Eu já tive crises de choro
Eu já matei aula
Eu já briguei com professor
Eu já fui expulsa de sala no colégio
Eu já briguei com alguém por motivo fútil
Eu já fiz as pazes com esse alguém
Eu já fui ao show do Nando Reis
Eu já passei por joselitagens (e muitas!)
Eu já levei carreira de ladrão
Eu já ia atropelando um cachorro e uma vaca
Eu já esqueci a Lei de Murphy, reclamei e fiz chover (literalmente!)
Eu já troquei as fraudas de Lucas, Sofia e de Gabriel
Eu já fui a uns 58 shows do Roupa Nova
Eu já briguei com a vizinha
Eu já quebrei várias coisas minhas por estar com raiva
Eu já passei trote =x
Eu já tomei banho de chuva
Eu já cai e bati o queixo num pedra
Eu já fui ao show do Biquini Cavadão
Eu já passei no vestibular
Eu já cursei (por um período) matemática na UEPB
Eu já cursei Engenharia Civil (por três períodos) na UFCG
Eu já mudei de Engenharia Civil pra Engenharia Elétrica na UFCG
Eu já tirei 10 em cálculo
Eu já tirei 2,5 em física
Eu já chorei no pé do professor implorando por 0,5 pra pagar uma disciplina por média
Eu já estudei e tirei nota boa
Eu já estudei e tirei nota baixa
Eu já tirei nota boa sem estudar
Eu já tirei nota baixa porque não estudei
Eu já virei noites inteiras estudando
Eu já me dopei pra estudar até o outro dia
Eu já tive vontade de esganar um professor
Eu já fui ao show do Zeca Baleiro
Eu já sai pra festa e voltei no outro dia
Eu já me apaixonei várias vezes
Eu já encontrei muitos sapos
Eu já me envolvi com um amigo
Eu já acreditei que era pra sempre "sem saber que o 'pra sempre' sempre acaba"
Eu já tive amor de carnaval
Eu já fui ao show do Asa de Águia
Eu já passei o dia de titia brincando com crianças
Eu já tive "amor de verão" (sem ser verão)
Eu já vivi um amor
Eu já namorei escondido
Eu já "dispensei" alguém
Eu já percebi que não ia dar certo
Eu já tentei e não deu certo
Eu já fui ao Bregareia =x
Eu já dancei forró =x
Eu já fui ao show do Kid Abelha
Eu já errei e errei de novo a mesma coisa
Eu já passei mal na missa
Eu já me arrependi por ter falado algo
Eu já conheci alguém com quem me decepcionei
Eu já chorei de saudade das minhas amigas
Eu já chorei ao lado das minhas amigas
Eu já dei gargalhaaaaadas com meus amigos
Eu já viajei com meus amigos
Eu já chorei pela dor de um amigo
Eu já deixei de acreditar em alguém
Eu já voltei a acreditar em alguém
Eu já me orgulhei de mim mesma
Eu já me decepcionei comigo mesma
Eu já gritei sem motivo aparente
Eu já fui ao show do Teatro Mágico
Eu já fui ao show do Padre Fábio de Melo
Eu já me estressei por besteira
Eu já bebi e fiquei "alegre" e tentei fazer um "4"
Eu já ri quando não podia
Eu já coloquei fogo na cozinha
Eu já cai da escada
Eu já brinquei carnaval \o\
Eu já vomitei banana =x
Eu já dei 'tchau' pro avião
Eu já me perguntei 'por eu sou eu?'
Eu já fui vítima de fofoca
Eu já tive diário
Eu já acordei tendo a impressão de que dava caindo
Eu já levei calote
Eu já beijei quem beija maaaaaal =~
Eu já beijei quem beija beeem =)
Eu já fiquei de vela
Eu já achei R$1,00 na rua
Eu já falei dormindo
Eu já cai numa poça d'água
Eu já durmi na sala
Eu já joguei bebida no meu amigo
Eu já chorei por terem cortado muito o meu cabelo
Eu já corri na praia


...E muito ainda está por vir...

"Vem, Senhor Jesus
O coração já bate forte ao te ver
A tua graça hoje quero receber
Sem a benção do Senhor não sei viver

Vem, Senhor Jesus
Olhar o povo ao teu redor me faz lembrar
A multidão lá no caminho a te esperar
Vem ó Santo de Israel
Passar também neste lugar

É o Rei! À nossa frente está
É feliz quem o adorar
É Jesus, o nosso mestre, e Rei
Bem aqui, tão perto se deixa escontrar
Diante do Rei dos reis todo joelho se dobrará"

AAAAAh, como é bom sentir Tua presença, Senhor! Viver pra Te adorar! Sentir o Teu amor... Tua presença é minha força, é minha luz! Ouvir a Tua voz em meu coração me dizendo o quanto sou amada! Posso sentir o Teu amor, meu Deus, pois me mandasse Teus anjos pra cuidar de mim... São muitos (meus pais, minha irmã, meus amigos, minhas amigas...). Que bom puder contemplar o pouquinho que reservasse pra minha vida a cada dia! Viver a felicidade do dia, estar com o coração mais leve sem tantas preocupações... Eu bem sei que, em meio às tribulações, estás ao meu lado. Mas também estás ao meu lado quando estou bem, e por isso Te devo graças! Porque ontem estive diante de Ti! E assim quero estar sempre! O meu Rei, a minha fortaleza!
Obrigada, meu Deus!

Tem certas coisas que só acontecem comigo! Só pode!
É cada coisa que me aparece que a cada dia eu tenho mais certeza de que dancei mesmo o Txan na Santa Ceia! Além disso eu devo ter dançado o Créu (velocidade máááxima) e cantado "Chupa que é de uva" também!
Estava eu essa semana tentando fugir de um indivíduo, e fui sair de fininho da sala pra que ele não percebece, quando, de repente, eu, desastrada toda, esbarro na mesa e bato a minha perna "curta" com toda a força que, além de me machucar, fez um barulho enorme, chamando a atenção do indivíduo de quem eu tentava me esconder! Aaaaarrrrgh! Socooooorro! Ele tá vindo conversar comigo! Não! Não! Não! Droga! Chegou! Aaah, mas eu tô atrasada, meu bem, tenho que ir agora. Ele ainda fala umas coisas, mas não dou atenção.
Mas depois, o meu celular insiste em estar ligado e toca, toca, toca... ¬¬' Apesar de eu não atender, existem outros meios, como mensagens de texto pra as pessoas mandarem as pérolas! Ai você recebe uma dessas e se pergunta "Por que eeeeeeeuuuu?"
peloamordedeus, não apele! ¬¬'
Meme da JoH
8 coisas que eu VOU fazer antes de morrer:

1) Terminar a faculdade (será que eu sobrevivo?? rsrsrs)
2) Viajar muuuuuito
3) Contemplar muitos bons momentos ao lado dos meus amigos, longe de toda essa pressa e cobrança que o momento atual nos impõe
4) Saber que tudo o que faço hoje foi devidamente necessário
5) Show de Engenheiros (pqp, não acredito q a banda se desfez e nunca fui ao show!)
6) Dormir sem peso na consciência por não ter estudado pra uma prova da faculdade
7) Festas, festas, festas... Ao lado da minha irmã, claro!
8) O resto nem queira saber! haha! =x

Outra maldição (sobre músicaaaa):

→ Me faz chorar: O Anjo Mais Velho - O Teatro Mágico
→ Me alegra: O Lobo - Asa de Águia
→ Diz muito de mim: Dona - Roupa Nova, Sina Nossa - O Teatro Mágico, A Estrada - Cidade Negra
→Me faz lembrar de um lugar: Tempos Modernos - Lulu Santos, Quase Nada - Zeca Baleiro, Mil acasos - Skank
→ Me faz pensar na vida: Pais e Filhos – Legião Urbana, Camarada d'água - O Teatro Mágico, Depois de Nós e Toda Forma de Poder - Engenheiros do Hawaii
→ Não gostaria de ouvir de novo: Qualquer uma de Latino (eeca)
→ Tocaria no meu funeral: Gostava tanto de você - Tim Maia
→ Faz meus amigos lembrarem de mim: A fé solúvel - O Teatro Mágico, Podes Crer - Cidade Negra
→ Admito que eu gosto: Red Hot Chili Peppers =x
→ Me faz lembrar minha infãncia: Xuxa (eeeeca)
→ Parece com a minha adolescência: Linkin Park (ieeeeaH)
→ Muitas pessoas gostam, mas eu não: Qualquer coisa do tipo "Chupa que é de uva" ou a "Dança do Créu" =~~~
→ Gosto da letra: Aaaah, todas do Teatro Mágico =D
→ É melhor quando tocada no carro: Apologize - Timbaland
→ Gostaria de acordar: Engenheeeeeeiros (qq uma)
→ Gostaria de dormir: Cuida de mim - O Teatro Mágico
→ Gosto, meus pais também: Águas de Março - Tom Jobim
→ É beem melhor quando está acompanhado: Roupa Nova ^^
→ Me faz pensar na noite: Sábado a Noite - Lulu Santos
→ Me faz sorrir: Robocop Gay - Mamonas Assassinas
→ Me faz querer dançar: Asa de Águiiiiia \o\, Vou deixar - Skank, Não me conte seus problemas - Iveeeete
→ Faz lembrαr alguém que eu quero (queria): Por Enquanto - Cássia Eller, Aonde Você Mora - Cidade Negra, Meu Erro - Os Paralamas do Sucesso, Quando eu te encontrar - Biquini Cavadão
→ Para se cantar bêbado: Garçon - Reginaldo Rossi ou Zezo, o Príncipe dos Teclados \o\


Você sai de casa no sábado a noite pra conversar com as amigas, dá risada, botar o papo em dia, olhar pra aquele "broto" que tá acompanhado de uma baranga uns 72 anos mais velha que ele e que tem o nariz do tamanho do Rio São Francisco e coisa e tal, mas não pode demorar, afinal você excepcionalmente tem que trabalhar no domingo, fiscalizando as provas do vestibular. Tudo bem, afinal a noite já rendeu boas gargalhadas. Chega em casa e vai tentar organizar a bagunça do seu quarto e vê que não tem como, pois se você tentasse dormir lá podia acordar no meio da madrugada pensando que os escombros das torres gêmeas tinham sido jogados lá dentro bem em cima de você. Daí você desiste e vai dormir no quarto da sua irmã mesmo. Só que neste mesmo dia, sua prima e uma amiga de sua irmã também vão dormir em sua casa, então vocês têm de dar um jeitinho de acomodar todo mundo. Depois de conversas e mais conversas, você enfim arruma um cantinho lá por um colchão no chão mesmo e se deita e, depois de gargalhadas de mais histórias contadas no meio da madrugada, você consegue dormir por volta das 2 horas.
Pouco tempo depois o infeliz do celular toca: é o despertador, e, naquele exato momento, você queria quebrá-lo em 28 pedaços, mas aí lembra o motivo de ter colocado o alarme pras 5:30 da manhã: você tem de fiscalizar o maldito vestibular! De supetão, dá um pulo e vai se arrumar. Mesmo ainda não estando pronta, o seu pai já está lá fora dentro do carro buzinando, acordando a vizinhança, tudo isso porque você pediu pra ele te levar ao colégio, onde você vai trabalhar, às 6:30 e ele é extremamente pontual. Você sai meio que com "os tamancos na mão de cabelo assanhado" e entra no carro para ir ao encontro de uma manhã tranqüila e feliz fiscalizando candidatos a feras.
Chega ao local e fica 1/2 hora (MEIA HORA) esperando a maldita reunião pré-prova. Quando, enfim, começa, tem um "moço" que vai ler as tais regras e te dá agonia, porque ele quase soletra o que está escrito no papel. Aliás, ele chegou a soletrar:
"Caso algum candidato falte, você deve escrever no local reservado para a assinatura dele 'FALTOU' - éfe á éle tê ó"
Falto??? E cadê o U, senhor PROFESSOR???
Enfim você é encaminhada à sala. Os protótipos de fera vão chegando aos poucos e indo pra seus devidos lugares. No decorrer da prova você só precisa chamar a atenção de dois candidatos que sorriem não se sabe do que e esperar a esperada hora de todos terminarem a prova pra você puder sair daquele lugar. 12h e tudo certo: você vai prestar contas com a coordenação pra, enfim, ir embora pra casa ^^. Seu material tá organizado, mas o material dos três candidatos faltosos está no final e não em ordem numérica como os demais. Você levaria cerca de 15 segundos pra colocar essas 3 (TRÊS) fichas em ordem, mas o SUB-coordenador te olha com cara de glúteos (forma bonita de dizer CARA DE BUNDA) e diz que você deve ordenar essas fichas no sofá ao lado enquanto ele atende outros fiscais, já que "isso devia ter sido feito antes!". Como assim? Você ficou meia hora na fila esperando uma fiscal ordenar as fichas dela dentro da sala e do lado do SUB-coordenador, por que você não pode colocar 3 (TRÊS) míseras fichas rapidinho ali mesmo? É nessa hora que você, mentalmente, chama ele de filho da puta, dá um sorriso "gentil" e sai pra colocar as 3 fichinhas em ordem (demora menos de 15 segundos meeeesmo pra fazer isso!). Daí, enquanto ele atende outros dois fiscais, uma mulher (cuja função você desconhece) e que tem igualmente cara de glúteos como o SUB-coordenador te chama e vai conferir seu material. Vê que está tudo certo. O SUB-coordenador acaba de atender os outros fiscais e pede que você se sente na cadeira ao lado dele e que "cante" pra ele os número dos candidatos faltosos em ordem crescente. (Cantar??? Se não fosse o desprazer de ter que olhar para aquele senhor de cara de glúteos eu teria estourado de rir). Tudo certo, mas você preencheu a ata filha da mãe com uma palavra "inadequada" (usou "substituir" no lugar de "repor") e isso é motivo para ele dar uma risada sarcástica e meio que te chamar de burra. Você sorri docemente e diz: "Se O SENHOR quiser eu preencho outra ata e faço a troca [em pensamento: 'seu VERME']". Ele diz que não é preciso. Agradece e diz: "Até amanhã!". Você: "hum! [MORRA! - __"
Você sai de lá soltando fogo pelas ventas e deseja do fundo do coração que ele tenha de passar o resto da vida ouvindo Latino e Aviões do Forró [Muaahahahahahaha - risada malígna]
E o pior: amanhã você tem que enfrentar ele novamente!
Francamente, eu devo ter dançado o Txan na Santa Ceia!



"Me cansei de lero-lero
Dá licença, mas eu vou sair do sério
Quero mais saúde
Me cansei de escutar
Opinião de como ter um mundo melhor
Mas ninguém sai de cima
Nesse chove-não-molha
Eu sei que agora eu vou é cuidar mais de mim!

Uh! Uh! Uh! Uh!Uh! Uh!

Como vai? Tudo bem!
Apesar, contudo
Todavia, mas, porém
As águas vão rolar
Não vou chorar não!
Se por acaso morrer do coração
É sinal que amei demais!
Mas enquanto estou viva
Cheia de graça
Talvez ainda faça um monte de gente feliz...

Uh! Uh! Uh! Uh! Uh!"
Saúde - Zélia Duncan


Há algo mais gostoso de sentir nessa vida que a alegria de amar e ser amada? Acordar e receber um abraço forte da mãe, um beijo do pai, o carinho da irmã... Atender o telefonema de um amigo que tá distante, mas que lembra de você todo dia? Ler recado das amigas e ver que a "distância" não separou vocês? Receber o carinho da vó e do vô num dia de domingo? Morrer de saudade do primo pentelho que vive te aperriando, mas você sente falta quando ele não aparece em sua casa no domingo? Planejar com a irmã AQUELAS férias que já tão chegando (ebaaaaaaaaaaa ^^)? E planejar com ela também os "truques e aventuras" que vocês irão aprontar (antes e depois das viagens) (kkkkkkkkkkkkkkk)?
Apesar de estar passando este fim de semana estudando pra a maldita prova de Pedro Doido, tô contemplando cada momento bom que tenho vivido. É bom parar pra agradecer a Deus por isso, pois, como outrora eu já disse, sou muito mais feliz do que mereço ser!


\o/


Obrigada, Senhor! Que eu possa continuar contemplando cada segundo do presente mais precioso que ganhei de ti: minha vida!

É engraçado quando eu paro pra observar tudo o que estou vivendo e me pego pensando quase sempre nas mesmas coisas. São sempre as mesmas preocupações, a mesma ansiedade, as mesmas dores de cabeça, os mesmos planos, as mesmas lembranças, os mesmos sonhos... Algumas coisas são aprimoradas ao longo de minha caminhada, principalmente no que diz respeito aos projetos, a tudo o que desejo... Mas outra parte de mim é extremamente preocupada com a falta de tempo pra dar conta de tanta responsabilidade. E às vezes eu minto pra mim, dizendo que tô fazendo bom proveito do meu tempo, quando na verdade, tô jogando ele todinho fora.
Acordo e o primeiro pensamento que vem em minha mente são coisas do tipo: tenho que estudar pra prova de probabilidade, tenho que fazer a lista de exercícios de programação, tenho que fazer os relatórios (alguns atrasados) do laboratório de Pedro Doido, estudar pra prova de Adriano, aprender a programar no MatLab (urgentemente!)... Eu me cobro muito!
Mas apesar disso, tenho me achado muito dispersa, tenho deixado coisas pra depois quando eu sei que posso fazer agora. Sei que posso ser melhor, ser mais responsável, mais organizada com os meus horários... Sei que devo me dedicar mais, passar menos tempo planejando e mais tempo colocando em prática, reclamar menos da vida, afinal, sou muito mais feliz do que eu mereço ser!

Essa semana no geral foi bem legal, talvez por ter sido mais curta por eu só ter pisado na universidade a partir da quarta-feira. Mas prefiro acreditar que foi legal por eu ter agregado tantos conhecimentos legais, por eu ter recebido boas notícias, por eu ter aumentado minhas esperanças, por eu me ver mais animada e familiarizada com o que tô vivendo... Sei que esse é só o começo de uma loooonga caminhada. E eu tenho que fazer com que cada passo seja bem dado.
Deixar de esperar e deixar as coisas pra depois, afinal...

"...Esse pode ser o último dia de nossas vidas
Última chance de fazer tudo ter valido à pena..."

Acordar pra a vida e dar o meu melhor!

Eis Simone EM NOVO TEMPO!


(ah, obrigada por ter tornado a minha noite intediante num momento legal. Sempre bom passar esse tempo conversando contigo no msn até essa hora da madrugada - coisa que raramente a gente pode fazer, pois sempre estamos estudando/trabalhando, correndo contra o tempo.
"...O tanto que eu vou salvar das conversas sem pressa..." -
"it´s touching that the monkey sits on my shoulder" ^^)


[saudade... saudaaaade...]
"(...) E a palavra vem. Pequena. Querendo se esconder no silêncio. Querendo se fazer de oração baixinha como a altura da intenção na insegurança. Vírgula, parênteses, exclamação, ponto, pula linha, travessão. E a palavra vem, vem sozinha, que a minha frase invento pra te convencer. Vem sozinha. Se o texto é curto, aumento pra te convencer. Palavra. Simples como qualquer palavra que eu já não precise falar. Simples como qualquer palavra que, de algum modo, eu pude mostrar. Simples como qualquer palavra... Como qualquer palavra"

Palavra - O Teatro Mágico
Porque esse é o meu refúgio... É o meu esconderijo secreto. É quando eu melhor sei me expressar. É assim que extravaso meu sentimento. E as vezes não me surgem as melhores palavras... Mas eu procuro direitinho no meu coração e posso até encontrar um "eu te amo". Isso basta pra tornar um dia mais feliz!
Abraços em palavras, amor em palavras, raiva e fúria em palavras...
Às vezes me pergunto quem sou, e nem sempre consigo me responder. Talvez porque eu ainda tenha muito a descobrir sobre mim mesma... Porque eu ainda tenho muitas respostas a encontrar no meu caminho.
Mas vou encontrando as palavras aos pouquinhos... Talvez elas formem algumas de minhas respostas...
"Eu presto atenção no que eles dizem, mas eles não dizem nada
Toda forma de poder é uma forma de morrer por nada
Toda forma de conduta se transforma numa luta armada...

Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça, esquecer tudo que eu vi
Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça, esquecer...

O fascismo é fascinante deixa a gente ignorante e fascinada
E é tão fácil ir adiante e esquecer que a coisa toda tá errada
A história se repete mas a força deixa a história mal contada...

Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça, esquecer tudo que eu vi
Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça, esquecer...

Chuva de conteiners e entreteiners no ar
Chuva de conteiners e entreteiners no ar
Eu posso achar normal o que o som ecoa

Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça esquecer tudo que eu vi
Se tudo passa, talvez você passe por aqui
E me faça esquecer

E falta pão, o pão nosso de cada dia
E sobra pão, o pão que o diabo amassou
E falta pão, o pão nosso de cada dia
E sobra pão, o pão que o diabo amassou"



Toda forma de poder - Engenheiros do Hawaii



Hoje eu tô vendo bem de perto a "democracia" do nosso país ser exercida... Trabalhar nas eleições faz com que a gente veja direitinho como as pessoas se manifestam diante de um momento decisivo.
Um candidato acusa de lá e outro acusa de cá... Faucatruas vêm à tona nas campanhas... Não se vê projeto, não se vê proposta, só se vê acusação, imoralidade! Desrespeito com o eleitor!
Em meio a tudo o que foi visto nessas campanhas nojentas, hoje eu entendo quando olho pro meu título o significado de ZONA ELEITORAL





Que nojo dessa gentinha que se acha o máximo sem ser bosta nenhuma! Que nojo me dá olhar pra caras falsas e dissimuladas! Me dá um embrulho no estômago ver tanta mentira, um sorriso amarelo de falsidade em certos rostos, ter ouvido no passado tantas coisas belas que hoje cairam por terra!
É claro que a vida ensina! E foi com erros que cometi antes que aprendi a lidar com essa gentalha, a não mais confiar de cara em uma pessoa. Claro que não foi por isso que deixei de acreditar em amizade; pelo contrário, hoje eu acredito muito mais, porque sei que existem pessoas que realmente fazem a diferença em minha vida e não estão ao meu lado por "conveniência". O tempo mostra quem é quem... E é mesmo muito bom aprender!
É, a máscara caiu... E não foi hoje não!
Sabe, à vezes fico me perguntando se eu sou mesmo desse mundo... E, por tantas vezes, me respondo que não sou. É que ver as coisas que acontecem não é tão fácil, porque as pessoas têm se tornado monstros, têm destruído vidas, têm se destruído...
Dentre os casos de violência que ganharam destaque nacional este ano, três me chocaram bastante: o primeiro foi o caso da menina de 5 anos jogada do 6º andar pelo próprio pai e pela madrasta (o caso ficou cerca de um mês sendo divulgado); o segundo foi o caso de dois irmãos que foram brutalmente assassinados dentro da casa do pai e da madrasta (também); e o terceiro, foi o recente acontecimento da menina de 15 anos, mantida em cárcere privado por mais de 100 horas e assassinada pelo ex-namorado.
O primeiro caso chocou o país inteiro. Isabela era linda e doce. Os pais, ricos. O ciúme doentio da madrasta teria sido a causa do assassinato da menina. Casos que envolvem crianças sempre chocam as pessoas por imaginarem: "A criança é sempre coberta de inocência! O que pode levar uma pessoa a praticar um ato desses?". Realmente, uma tremenda covardia. Não estou aqui julgando ninguém, mas as evidências contra o casal são extremamente aparentes. Um pai tirar a vida da própria filha! Meu Deus! É o sangue dele! É um pedaço dele! É como se ele tivesse cortado os próprios braços!
O segundo caso, talvez nem todos conheçam, porque não teve tanta repercussão como o da menina Isabela. Os irmãos João Vitor (13) e Igor Giovani (12) são brutalmente assassinados pelo pai e pela madrasta dentro de casa, têm os corpos esquartejados e jogados no lixo! Isso causa dor em vocês? Porque dentro de mim isso é como uma facada! Não se faz isso nem com um animal, o que dirá com duas crianças! Aí eu me pergunto: por que esse caso não ganhou capítulos no Fantástico ou no Jornal Nacional por semanas? Bem simples: porque, ao contrário da pequena Isabela, esses garotos eram pobres! O pai e a madrasta terem cometido tal crueldade foi porque são produto de um meio corrompido! Isso é um absurdo! O fato dessas crianças serem pobres ameniza a dor que sua mãe sentiu ao saber do ocorrido? Não! Claro que não! Ela sofreu tanto quanto a mãe de Isabela! Ou até mais que ela, por ter visto os corpos de seus dois filhos esquartejados dentro de sacos de lixo!
O que eu tô querendo dizer é que é mesmo muito comovente ver casos como o da Isabela, isso choca muito. Mas acontece que a mídia não divulga todos os dias os casos de crianças envolvidas com o tráfico de drogas, crianças de 4 anos de idade se prostituindo por alguns centavos, crianças assassinadas todos os dias nas favelas do país inteiro, crianças roubando e matando todo santo dia... Sabe por quê? Porque isso não choca a sociedade! Crianças pobres não dão audiência à Globo!

Já o caso da menina Eloá, ocorrido essa semana, causa tanta dor e, ao mesmo tempo, um sentimento ruim de querer matar aquele desgraçado! Um doente, um desequilibrado, um covarde! É... Por que com uma arma na mão todo bandido é o fodão! Já que tava tão triste, por que não atirou na própria cabeça e deixou a menina viver? Deus me perdoe pelo que eu tô sentindo agora! Não queria mesmo estar com esse tipo de sentimento. Mas é que sou humana... Eu me revolto sim!
Vendo todas essas monstruosidades que acontecem, eu paro e agradeço a Deus por todas as pessoas que cruzaram o meu caminho até hoje terem um coração tão bom! Agradeço por nunca ter sido assaltada, por nunca ter passado por uma situação de risco, por estar ao lado de boas pessoas... Mas principalmente, agradeço por ter a família que tenho! Por ter tido a oportunidade de ser tão amada por minha mãe e pelo meu pai, que nunca, sequer, levantaram a mão pra me bater, nem quando eu era criança e fazia alguma travessura. Agradeço por eles terem me dado tudo o que eu sempre precisei: amor, atenção, educação e a minha irmã! Sinto muito por outras pessoas não terem tido a mesma oportunidade que eu tive, de conviver num lar de paz.
E hoje preciso pedir a Deus que olhe todas essas famílias: a mãe da Isabela, a mãe do João Vitor e do Igor, os pais e irmãos de Eloá, e tantos outros pais que perderam seus filhos por causa da violência, da brutalidade, da covardia humana. Peço também que olhe os autores dessas monstruosidades, pois "eles não sabem o que fazem".

"...E, mesmo na cruz, em meio à dor
Um gesto revela quem Tu és
Te tornas amigo do ladrão
Só pra lhe roubar o coração
E assim foste o contrário,
O avesso do avesso
E por mais que eu me esforce
Não sei bem se Te conheço
Tu enxergas o profundo
Eu insisto em ver a margem
Quando vês o coração
Eu vejo a imagem"
Humano Demais - Padre Fábio de Melo
Realmente, por tantas vezes sou humana demais e queria viver em outro mundo, longe de toda essa sujeira!
Deixa que corra
Aquele sentimento bom
Que vem de dentro de ti.
Mas se um dia chorar,
Saiba que existem pessoas
Que acreditam em ti.
E olhe pra frente,
Pois há um futuro de luz
Esperando por nós.
E aqui no presente
Lutamos com força
De um vencedor.
Veja a criança
Que brinca e fala
Tudo que sente.
No seu coração
A pureza que toca
No fundo da gente.
Deixa ser,
Que tudo ao natural
Vai acontecer,
Podes crer,
O sopro da vida
Nunca vai morrer.
Mesmo que o tempo trás,
E o mundo faz,
Ficar tão longe.
Se não podes compreender
Ao menos tente ver,
O que se esconde atrás dos montes.
Eu quero te dizer,
Quem fez o sol
Também fez você.
Já é hora de pensar
E não mais viver
Só por viver.
Eu quero te falar,
Quem fez o céu
Nos faz enxergar.
E o que com olhos
Não se vê,
Mas com o coração
Se pode entender
Deixa que corra - Chimarruts

[adorei a música, pequena! Ela é pra ti tbm ^^]
"(...) Mas aconteceu que o principezinho, tendo andado muito tempo pelas areias, pelas rochas e pela neve, descobriu, enfim, uma estrada. E as estradas vão todas na direção dos homens.
- Bom dia, disse ele.
Era um jardim cheio de rosas.
- Bom dia, disseram as rosas.
O principezinho contemplou-as. Eram todas iguais à sua flor.
- Quem sois? perguntou ele estupefato.
- Somos rosas, disseram as rosas.
- Ah! exclamou o principezinho...
E ele sentiu-se extremamente infeliz. Sua flor lhe havia contado que ela era a única de sua espécie em todo o universo. E eis que havia cinco mil, iguaizinhas, num só jardim!

(...)
Depois, refletiu ainda: "Eu me julgava rico de uma flor sem igual, e é apenas uma rosa comum que eu possuo. (...) Isso não faz de mim um príncipe muito grande..." E, deitado na relva, ele chorou.
E foi então que apareceu a raposa:
- Boa dia, disse a raposa.

(...)
- Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. não me cativaram ainda.
- Ah! desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou:
- Que quer dizer "cativar"?

(...)
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
- Criar laços?
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
- Começo a compreender, disse o principezinho. Existe uma flor... eu creio que ela me cativou...

(...)
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
(...)
- Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te farei presente de um segredo.
Foi o principezinho rever as rosas:
- Vós não sois absolutamente iguais à minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela á agora única no mundo.
E as rosas estavam desapontadas.
- Sois belas, mas vazias, disse ele ainda. Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é, porém, mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob a redoma. Foi a ela que abriguei com o pára-vento. Foi dela que eu matei as larvas (exceto duas ou três por causa das borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa."


O Pequeno Príncipe - ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY

Hoje eu fiquei aqui lembrando de todas as coisas pelas quais já passamos juntas...
Lembrei do dia em que eu vi Raliny pela primeira vez (dia do cadastramento na universidade) e minha prima nos apresentou. Daí em diante passamos a nos falar pelo orkut, mas não nos víamos com frequência depois que as aulas começaram.
Renata eu vi pelo primeira vez no dia da matrícula. Lembro que eu pedi pra Armando mudar meu horário todo porque na época eu fazia UEPB de manhã e queria terminar o período lá. Aí ela já veio perguntando qual o curso que eu fazia lá (doida pra puxar assunto e fazer amizade - bem a cara dela).
Já Bárbara, eu vi pela primeira vez na aula de Desenho Básico. Era muito engraçado porque a gente não se conhecia, aí uma passava pela outra e dava um sorrisinho amarelo. Lembro também que ela sempre tinha perguntas a fazer na aula e chamava atenção com o sotaque que, na época, era bem carregado.
Aí passou o 1º período e eu não paguei nenhuma disciplina com vocês, exceto Introdução a Engenharia Civil. Mas a gente não teve muito contato durante esse tempo.
Mas chegou o segundo período e, junto com ele, chegaram as aulas de Geologia, o que fez com que a turma de Engenharia Civil se unisse mais, e eu me aproximasse de vocês. Aí foi nessa época que eu fui percebendo que ia ganhar novas amigas, e meu coração sentiu que iam ser grandes amigas!
Eu lembro de tudinho. Lembro de que passei um momentinho difícil no começo do ano e Bárbara e Renata me consolaram. Lembro que eu fui me aproximando estudando um pouquinho com elas aqui e ali, lembro de Bárbara indo comigo pra a Pio X e dizendo "Toda vez que Renata vem aqui ela chora"...
E a nossa amizade foi se consolidando aos pouquinhos. Foi como uma casa que é construída tijolo após tijolo. Só que no nosso caso, carinho por carinho, respeito por repeito, ajuda por ajuda, lágrima por lágrima, sorriso por sorriso...
O engraçado é que somos bem diferentes uma da outra. Bárbara é toda doce, meiga e desastrada; Renata é mandona e gosta das coisas do jeito dela; Raliny é toda organizada, preocupada, estressada; e eu... Eu acho que sou um pouquinho de cada uma. Só que temos uma coisa muito importante em comum: levamos sério a responsabilidade que temos com aqueles que cativamos.
O que eu tô querendo dizer com tudo isso é que vocês eram para mim rosas iguais a tantas outras rosas... Mas vocês me cativaram e, como disse Raliny um dia, "acho... que não consigo mais viver sem vocês".
Uma pernambucana, uma rondoniense e duas paraibanas! Eu sei que é bem difícil pra Bárbara e Raliny morarem longe da família... Mas... Renata disse: "por mais que a amizade não supra a necessidade de um pai ou de uma mãe, a gente tenta amenizar essa saudade...".
Meninas, vocês fizeram um pedaço do que eu sou hoje. E eu aprendi muito com vocês. Vocês me ensinaram muito mais que mecânica naquelas madrugadas em que a gente não dormia e ficava até o outro dia estudando, me ensinaram muito mais que cálculo ou física; me ensinaram a não desistir, a ir atrás do que eu quero, me ensinaram que amizade tá num sorriso, num abraço...
Eu resolvi dar um rumo diferente do de vocês à minha vida, mudei de curso, e já não compartilhamos mais tantos momentos juntas. E é bem difícil não ter vocês do meu lado sempre. Mas nem por isso estamos longe. Eu tenho vocês sempre perto, no meu coração.

"Ao contrário de uma ferramenta que usamos e depois jogamos lá no canto, os ursinhos de pelúcia não têm utilidade nenhuma, mas têm um significado especial, a gente tem carinho por eles, guarda num canto especial, por lembrar da pessoa que nos deu, ou por lembrar de algum momento de nossas vidas... A ferramenta só serve pra alguma coisa. Ursinhos têm significado. Pessoas são assim também. Existem pessoas que a gente acha que ama, e na verdade a gnte só tá do lado delas porque elas têm utilidade na nossa vida (é uma chave de fenda, que a gente só procura quando precisa) (...) O amor só é amor quando a gente descobriu que o outro é inútil, porque a gente percebe: 'Você não me serve de nada, mas eu não sei viver sem você!'"

Padre Fábio de Melo

Hoje me dei conta de sua inutilidade em minha vida. E agradeci a Deus por isso, porque só assim eu pude perceber a necessidade que tenho de vocês e posso saber que, de fato, as amo! E posso dizer: vocês não me servem de nada, mas eu não sei viver sem vocês!




A história dos "Três coqueiros e um coco"!


Droga, droga, droga, droga!
Passar um tempão se dedicando pra uma coisa e ela simplesmente não dá certo!
Vontade de gritar: "Puta que pariiiiiu!"
Já gritei, não resolveu!



Sem paciência...
"Tô com muita saudade de tu... Agora tô estressado! Muita coisa no trabalho e na faculdade... Sinceramente, não tô nem um pouco satisfeito com a minha vida, Simone!"

"Tu me fez chorar!"

"Sinto sua falta, Mone."

"Ahhhhh, tu tá com ciúme!"

"Que droga, esqueci de plantar as árvores!"

"Tem hora que a gente se pergunta: Por que é que não se junta tudo numa coisa só?"

"You will be the friend that will remind me what is real"

"boa noite monee. te adoro"

...
Sentir saudade da infância é algo que vez ou outra acontece conosco. Ver as crianças brincando, aquela ausência de responsabilidades, de ter que cumprir com todas as exigências que o mundo obriga, sem aquela cobrança consigo mesmo, sem consciência pesada por ter deixado, em algum momento, de cumprir alguma de todas aquelas regras e ter o mundo todinho só de brincadeira.
Lembro de quando eu era pequena, que a minha decisão mais difícil era entre brincar de esconde-esconde ou de casinha. Que a minha maior preocupação era a de procurar os soldadinhos na escola e contar, no final do recreio, quantos eu tinha encontrado. Que eu ficava extremamente ansiosa pra dançar ballet, e meio envergonhada nas festinhas juninas da escola. Que enquanto a minha mãe me ajudava na tarefa de casa, o meu pai me ensinava a andar de bicicleta. Que eu tentava descobrir os "mistérios" de minha irmã, já adolescente, quando ela começou a namorar. Que eu brincava na casa dos meus avós e o meu avô cuidava dos meus machucões quando eu caia. Que eu inventava músicas e cantava no seu quintal. Que eu fazia roupas pras minhas bonecas e brincava com o meu cachorro.
Lembro também de algumas travessuras, como a de quando eu queimei o meu cabelo, joguei uma boneca no olho da minha irmã (deixando-o roxo por mais de uma semana), cortei a perna da boneca mais bonita que eu tinha, cortei o pêlo do meu gato, de quando tocava a campainha e saia correndo, de quando eu quebrava as coisas em casa e dizia que tinha sido a minha irmã...
Ai a gente vai crescendo e junto com o crescimento vêm as responsabilidades. Agora há de se contemplar as novas gerações...
Mas há em mim a vontade de não ser tão "gente grande" por tantas vezes. Por que não deixar vez ou outra de levar esse mundo tão a sério? Levar a vida mais leve e aproveitar mais cada momento, como se fazia quando era pequeno.
Foi assim que eu fiz hoje, aproveitei o dia pra ser criança. Viver bons e leves momentos ao lado dos amigos, ao lado de pessoas que têm um coração de criança, cheio de alegria e, por que não dizer, inocência. Sorrir, pular, correr... Deixar evidente a Simone menina que tanto pede pra viver. Esquecer da vida corrida e cheia de tarefas intermináveias pra dar tempo à leveza, à felicidade.
Depois que passa o momento, ficam as boas lembranças do dia na cabeça e no coração, mas a cabeça já tem que ser ocupada por outros pensamentos, como está acontecendo agora comigo. Ai as palavras vão fugindo de mim e só sei pensar em trabalho, prova, projeto, relatório...
[As palavras estão sumindo... Não sei mais o que falar. Só agredeço por ter tido um dia maravilhoso ao lado de pessoas maravilhosas. E sinto não ter estado ao lado de todos aqueles de quem eu queria ter estado hoje. Mas agora não dá mais... Voltei a ser "gente grande"]


Hoje foi bom estar ao lado de alguém que foi capaz de me cativar com sorrisos, com carinho, com amizade pura e sincera, que nunca me cobrou nada a não ser um pouco de atenção. Alguém de quem lembro todo santo dia e por quem rezo também. Uma das poucas pessoas que foi capaz de deixar marcas tão profundas na minha vida, e que não precisou me dizer coisas bonitas nem me telefonar toda hora, nem escrever bilhetes... Alguém que só precisou sorrir! Que me conquistou contando-me suas histórias inocentes, suas brincadeiras e travessuras.
Agora me bate a saudade... E me dá uma vontade tão grande de chorar, mas é choro de alegria, por ter visto seu sorriso hoje... Por ter sido contagiada hoje com seu carinho, com seu amor!
Posso dizer que aprendi muito com esse alguém. Aprendi que a vida é muito simples, que não se deve exigir nada de ninguém, que se deve ser feliz e mostrar essa felicidade ao mundo pra que os outros se contagiem com isso! Aprendi que mesmo com todas as diferenças pode existir amizade, confiança, respeito. Aprendi que, às vezes, as pessoas só querem um pouco de atenção, de dedicação em um momentinho que seja. Aprendi a contar histórias e a ouvi-las também. Aprendi a ser criança de novo. Aprendi a deixar um pouco de ser "gente grande", nem que seja por um tempinho. E me sinto mais leve com tudo isso.
E me sinto também feliz por ter tido momentos como os que tive hoje, por ter a sua luz, a sua mulecagem, seus pulinhos e gargalhadas! E seriamente me dá saudade daquele tempo em que eu podia ver seu brilho quase sempre. Hoje isso se tornou mais difícil devido às circunstâncias, e eu me cobro muito por não estar tanto tempo ao seu lado, como eu tinha prometido há um tempo atrás. Mas nem por isso essa pessoinha sai de minhas orações, nem de meu coração.
"...Essa vida vai muito depressa e é bom saber o que deixei de mim..."
Espero ter deixado coisas boas em sua vida; pelo menos alguns sorrisos arranquei de seu rostinho ao longo de todo esse tempo.
Culpo-me por minha ausência, por não puder compartilhar os melhores momentos de sua vida, mas tô aqui na janelinha assistindo a isso, mesmo que um tanto distante...
Hoje o dia valeu a pena só por ter visto o seu sorriso!